"In your brown eyes

I walked away

In your brown eyes

I couldn't stay"

Sábado, 13 de Fevereiro de 2010

Only By The Night

Hey!

Okaay .__.

Mil e um anos depois, há novo post.

Peço desculpa pelo meu erro :S

Espero que gostem

Beijinhoos

 

 

5º Capitulo
As mãos de Tom pousavam nas ancas de Kim, coordenando uns movimentos extremamente sensuais e provocadores. Sussurrando algo ao ouvido da morena, aproveitando para lhe mordiscar, determinadas vezes, o helix.
Kimberly prendia o lábio inferior, bebia mais e mais, até sentir-me completamente possuída e distante do mundo. Não tinha controlo sob o seu corpo, era como se ela estivesse de um lado de fora a assistir a tudo e não conseguir fazer nada. Apenas rir.
Tom virou o corpo feminino para si, beijando-lhe o maxilar e, quando estava prestes a beijar aqueles lábios vermelhos e carnudos, a rapariga caiu de costas, tentando-se afastar.
- Estás bem? – O de tranças ajudou-a a levantar-se.
Ela riu-se, apoiando-se nos ombros largos do mais velho.
- Acho que vou vomitar… - Levou a mão à boca e controlou o vómito.
*
O começo da tarde estava silenciosa. Silenciosa de mais. O sol brilhava bem alto, irradiando o quarto do pequeno apartamento onde Bill, Tom, Kim e Mia dormiam.
A loira revirou-se na sua cama de casal, sentindo cada gota de baba afundar-se na esponja de algodão da sua almofada.
Enquanto isso, a cabeça de Kim latejava de dor e tencionava acordar, assim que um barulho irritante penetrava pelos seus ouvidos.
- Amh… - Mia resmungou assim que o som de um telemóvel ecoou pelo quarto. – Desliga-me isso!
- O quê? – Kimberly despertou de relance. E, só depois notou que o seu telemóvel vibrava.
Oh, como a cabeça lhe doía e como tinha vontade de vomitar.
Levantou-se cambaleante e dirigiu-se até à secretaria onde aquele aparelho irritante não se cansava de tocar. Provavelmente são os meus pais, pensou. Tendo a confirmação do que pensava assim que olhou o visor do telemóvel. Só me faltava mais esta, resmungou para com o seu subconsciente antes de atender a chamada.
- Sim? – Indagou baixinho enquanto se dirigia lentamente até à porta do quarto.
 - “É a mãe, Kimberly.” – A voz estridente da sua progenitora ecoou pela sua cabeça, tendo ela de afastar um pouco o aparelho do ouvido para gemer de dor. – “Estava preocupada, nunca mais atendias querida.” – Falou no mesmo tom de voz.
- Estava a dormir, mãe. – Disse de uma maneira óbvia enquanto se dirigia para a sala. Acabou por dar de caras com Tom e Bill a dormirem esparramados de cada lado do sofá. Passaram cá a noite, concluiu em pensamento.
- “A estas horas?” – Quase gritou completamente atónita. – “Sabes que horas são, Kimberly Sparks?” – Perguntou num tom reprovador.
- Na verdade, não. – Admitiu dirigindo-se à cozinha com o intuito de achar algo que ajudasse a que a ressaca passasse o mais rapidamente possível.
- “São 15:30h.” – A morena revirou os olhos; como se aquilo fosse muito tarde. – “Já devias estar acordada há pelo menos duas horas.” – Advertiu. – “Não quero que te comeces a habituar mal.”
- Sim, mãe. – Anuiu enquanto procurava por todas as gavetas daquela cozinha o tão adorado medicamento que lhe tiraria aquelas dores de cabeça, não se importando com o barulho que estava a fazer, tal não era o seu desespero. Ela tem de ter algo, pensava freneticamente.
- “Não é sim mãe! Estás-me a ouvir, pelo menos?” – Berrou, completamente colérica. Odiava que lhe dessem desprezo.
Kim pousou o telefone na bancada da cozinha ergueu-se para procurar os comprimidos no armário mais alto, mas só fazia barulho e remexia em objectos insignificantes.
- Epá, está quieta! – O gémeo mais novo replicou, severamente.
Kim voltou a agarrar o telemóvel e encostou-o à orelha.
- “Estás-me a ouvir, Kimberly? Não me faças pedir ao teu pai para ir hoje mesmo buscar-te!”
- Mãe, não grites! – Elevou o tom de voz, logo se arrependendo com as dores na nuca. Massajou as têmporas e retomou a sua procura. Indo para a sala. Levantou uma almofada do chão. «Oh, como se uma mísera caixa de comprimidos estivesse ali».
- Foda-se! – Foi a vez do mais velho resmungar – Eu dou cabo de quem está a fazer a merda do barulho, caralho! – Disse o maior número de asneiras possíveis, ainda de olhos fechados.
- “Com quem estás Kimberly? Diz-me onde estás imediatamente! Vou chamar o teu pai!”
- Amh… é a minha amiga. – Sentou-se no chão.
- Eu dou-te a amiga. – E Tom continuou, virando-se de costas para Kim.
- “ Parece-me mais um rapaz do que uma rapariga. Kimberly, não me mintas!”
- Isso é porque tem voz de rapaz. – Desculpou-se.
- “Vou chamar o teu pai.” – Voltou a dizer.
- Oh mãe, não é preciso. – Tentou demovê-la da ideia. – Olha, eu agora tenho de ir comer alguma coisa. Nós mais logo falamos. – Prometeu.
- “Hum…” – Pareceu matutar sobre a ideia por alguns instantes. – “Está bem.” – Acabou por ceder. – “Espero que não andes a fazer asneiras.” – Avisou.
- Juro que não. – Suspirou. – Vá, até logo. – Despediu-se, desligando a chamada de imediato. – Merda! – Resmungou mandando o telemóvel para cima da pequena mesa de centro. Levou as mãos à cabeça e apoiou os cotovelos nos joelhos. E a porcaria da ressaca que não passa, resmungou para consigo mesma.
- Era a tua mãe? – A voz de Bill chegou-lhe aos ouvidos, levando-a a erguer a cabeça e fitar a expressão cómica do de crista que mantinha um olho fechado e outro aberto que olhava para ela.
Ela anuiu e levantou-se lentamente com a ajuda do braço do sofá. – Sabes se a Mia tem alguma coisa que cure a ressaca? – Perguntou apoiando uma mão na nuca.
O rapaz soltou um pequeno riso contido. – Acho que sim. – Sentou-se correctamente no sofá esfregando as têmporas dos olhos e piscando-os várias vezes, tentando adaptar-se à claridade. – Já procuraste na… - Foi imediatamente interrompido.
- Vocês são capazes de se calarem? – O gémeo de tranças atirou irado enquanto tentava achar uma posição mais cómoda para tentar continuar a dormir.

 


11 comentários:
De KellysPimenta a 4 de Março de 2010 às 18:30
meu grande ressaca ahahah
a mae dela e tao stupid o good
o tom parte toda xd
beijinhos


De Marlene a 16 de Fevereiro de 2010 às 21:34
Ei grandas escritoras!!!
também tou a fazer 1 fan fic e queria saber a vossa opinião sobre ele
só tenho 1 episódio. lol

anyway... o endereço é http://mareveryday.blogspot.com (http://mareveryday.blogspot.com)

brigada! beijos ;*


De Marlene a 16 de Fevereiro de 2010 às 17:58

linda história!
mas,o tom nao podia tar calado?

tadinha da kim, kase ke tava em apuros!!!
tom aprende a tar calado!!

mais!!*
adorei*******
;*


De a.nee a 16 de Fevereiro de 2010 às 16:06
OMFT eu parti-me a rir com esses dois. PAHAHAH está td de ressaca.
"Eu dou-te a amiga" LOOL O Tom é a comédia.
A mãe dela parece a minha caredooo -.-' a falar ao telefone digo xDD

quero mais pleasee

bjinhozz


De a.nee a 16 de Fevereiro de 2010 às 16:00
OMFT eu parti-me a rir com esses dois. PAHAHAH está td de ressaca.
"Eu dou-te a amiga" LOOL O Tom é a comédia.
A mãe dela parece a minha caredooo -.-' a falar ao telefone digo xDD

quero mais pleasee

bjinhozz


De May a 14 de Fevereiro de 2010 às 14:05
A mãe da Mia é muito rigida, não gosto *unf*
mais;
Beijinho.


De Bi a 14 de Fevereiro de 2010 às 12:59
olá (:
estou a gostar desta fic, está a ser mesmo gira :b eu já li os 5 capitulos e adorei ^^
estão todos de ressaca xD

Beijinho*


De Juaaniinhaa_Kaauliitz a 14 de Fevereiro de 2010 às 11:31
Olaa oLaa!!

Mas aquele gajo [Tom] não consegue estar calado durante o bocado, tipo 5 minutos?! Já estava a ver que a Kim ia ter problemas a pala do Tom!! :S

Coitada, quem lhe mandou beber?! Agora aguente a ressaca!

Quero mias sim?!

jokinhas grandes =)*


De • Smartie a 13 de Fevereiro de 2010 às 23:48
enaa..e a kim apanhou a sua primeira grande bebedeira, ahah x'DDD
e depois acordaram os quatro a dormir na mesma casa..tinha de ser xP
a mãe dela é um ser demasiado irritante, credo..eles ali todos a morrerem e ela a chatear --. (xDD)
quero mais ++.

beijinhoo*


De M a 13 de Fevereiro de 2010 às 23:47
Coitada da Kim xD
O Tom também só pensa em dormir x'D
É o que dá beber, agora está de ressaca ..
Maiis, siim ? ++.
Beijinhos 


De M a 13 de Fevereiro de 2010 às 23:48
primeiraa x'D


Segue o exemplo ^^

Autoras:

Pesquisar:

 

Recente:

Only By The Night

Only by the night

Only by the night

Only By The Night

Only By The Night

Only By The Night

Only By The Night

Only By The Night

Only By The Night

Only By The Night

Arquivos:

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Fic's:

Only by the night

Marie

Blood

Quando eu crescer II